FELIZ DIA DOS PAIS :-)

APRENDI COM MEU PAI…

Bom dia,

Hoje é o dia dos pais, e estava aqui me lembrando das coisas que aprendi com meu pai, que foram e são muito importantes para mim até hoje. Coisas simples, mas essenciais.

Aprendi muito pequeno que deveria ter um aperto de mão firme e olhar dentro do olho das pessoas que eu estava cumprimentando. Apenas um gesto, que faz toda a diferença num primeiro encontro e em todos os outros.

Aprendi a não ter medo de trabalho. Se dedicar intensamente ao que está fazendo, sem preguiça, sem hora para acabar, sem reclamação. Sempre com uma atitude alerta, alegre e com energia. Estar sempre disposto, ir atrás do que realmente importa e fazer mais do que a minha parte.

Iniciativa. Inúmeras vezes, nas andanças com meu pai no interior de Goiás, vi ele fazendo o que ninguém tinha pedido, sem querer nada em troca. Apenas por achar que era o certo e o melhor a fazer naquele momento.

Fazer o certo mesmo que ninguém esteja olhando. Ninguém vai saber, mas você vai, e não quero daqui 20, 30 ou 50 anos olhar para trás e me arrepender do que fiz. Melhor ficar vermelho uma vez, do que amarelo todo dia…

Aprendi a tratar todos com respeito e educação. Um bom dia, boa tarde, como vai, podem fazer uma diferença muito grande para uma pessoa que está ao seu lado, ou te servindo.

Nunca vi meu pai falar um palavrão, mesmo em situações surpreendentes como um caminhão de lenha cruzando a estrada na nossa frente e a família inteira dentro do carro. Nisso eu ainda preciso melhorar, pelo menos um pouco… 🙂

Acreditar no que você acredita, mesmo que ninguém esteja acreditando. Confiar no seu taco e ir em frente mesmo quando você é a exceção e pensa diferente. O que é óbvio hoje, já foi um absurdo ontem.

Essas foram algumas das coisas que aprendi com meu pai, sobre como trabalhar, viver, tratar os outros. Algumas coisas que ajudaram a me moldar e que tenho hoje como qualidades minhas. Coisas que eu espero conseguir passar para meus dois filhos, que agora começam a andar junto comigo.

Eu também gostaria de fazer mais, como meu pai fez comigo – expor meus filhos ao trabalho, ainda bem jovens, para que peguem o gosto pelo batente e aprendam mais com o exemplo e menos com lições.

Talvez mais importante do que perguntar que mundo deixaremos para nossos filhos, será perguntar que filhos deixaremos para o mundo.

E você, o que aprendeu com seu pai? O que você mais deseja ensinar seus filhos?

Desejo a você (se já tiver filhos) e a seu pai um ótimo dia dos pais.

Um texto do grande amigo, Miguel Rocha

Os comentários estão encerrados.

Tema: Baskerville 2 por Anders Noren

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: